Mosteiro de Alcobaça

Mosteiro de Alcobaça foi construído pelos Monges de Cister em 1178, e conjuga os estilos Gótico, Manuelino e Barroco.

Na porta principal entramos diretamente na Igreja, que é bastante simples, mas grande e com um bom pé-direito e com linhas elegantes.

A nave encontra-se dividida em três, a central e as laterais, a luz natural entra pela grande rosácea.

dsc01809
Igreja

Aqui encontram-se os famosos túmulos de D. Pedro e de D. Inês de Castro, que estão voltados um para o outro. Os túmulos pertencem a uma das maiores esculturas tumulares da Idade Média.

dsc01815
Túmulo de D. Pedro

A história de D. Pedro I e D. Inês de Castro é uma história amor triste, que se passou em Coimbra, principalmente na Quinta das Lágrimas. Quando D. Pedro I foi Rei mandou construir os túmulos para que fosse enterrado o seu grande amor D. Inês, que tinha sido assassinada pelo pai do D. Pedro.

dsc01818-2
Túmulo de D. Inês

Mais sobre a Lenda de D.Pedro e D.Inês de Castro aqui.

Numa das capelas junto a Igreja também se encontram os túmulos reis D. Afonso II e de D. Afonso III. O Mosteiro de Alcobaça foi o segundo panteão da monarquia, a seguir a Coimbra.

Atualmente existem alguns pequenos “Panteões” em Portugal, para além do Mosteiro de Alcobaça e da Igreja de Santa Cruz, em Coimbra, ainda há o Mosteiro dos Jerónimos, em Lisboa e o Mosteiro de Santa Maria da Vitória, na Batalha, no entanto o principal é na Igreja de Santa Engrácia em Lisboa.

dsc01823
Sala dos Reis

Daqui seguimos para a parte paga do Mosteiro. Começamos pela Capela Senhora do Desterro e pela Salas das Conclusões, e pela Sala dos Reis, onde se encontram diversas estátuas de Reis de Portugal.

Seguimos para o belo Claustro de D. Dinis. Trata-se do único claustro medieval do Mosteiro de Alcobaça, construído no reinado de D. Dinis.

dsc01830
Claustro de D. Dinis

No centro do Claustro encontrava-se uma peça de arte contemporânea. Quando fui, estava a decorrer uma exposição de arte contemporânea em algumas das salas do Mosteiro da Cristina Rodrigues.

dsc01834
Claustro de D. Dinis

Nas ultimas Mostras de Doces Conventuais de Alcobaça, passávamos pela parte interior dos Claustros, como fui sempre de noite não dava para ver a bela que é o claustro de dia.

Continuamos pelos Claustro da Hospedaria.

dsc01836
Uma das peças da exposição

Em várias salas do Mosteiros encontram-se diversas estátuas.

dsc01838

Na parte 1º andar do Mosteiro encontra-se o dormitório, geralmente está vazio, mas desta vez estava cheio de peças de arte contemporânea.

dsc01841
Dormitório

Do Dormitório consegue-se ver o Claustro do Cardeal, onde não há acesso a partir da visita habitual ao Mosteiro, mas onde já estive numa Mostra de Doces Conventuais de alguns anos.

dsc01842
Claustro do Cardeal

Continuando no 1º andar conseguimos ter acesso a parte alta do Claustro de D. Dinis, onde se pode ver o Claustro como um todo e parte da fachada principal do Mosteiro (ver a 1ª foto).

Do primeiro andar do Mosteiro ainda conseguimos ver o que sobra do Castelo de Alcobaça.

dsc01866
Ruínas do Castelo de Alcobaça

 

Daqui finalmente chegamos as cozinhas do Mosteiro, umas das partes mais impressionantes do Mosteiro.

dsc01867
Uma das escadarias onde descemos

As dimensões das lareiras e das chaminés são realmente impressionantes.

dsc01868
Cozinha

Os monges tinha água “canalizada” nas cozinhas através de um desvio do rio Alcoa.

dsc01877
“água canalizada”

De um dos lados da Cozinha encontra-se o Refeitório, um dos locais que curiosamente hoje em dia alberga a Mostra de Doces Conventuais.

dsc01885
Refeitório

Do outro lado encontra-se a sala dos Monges.

Daqui regressamos ao Claustro D. Dinis onde encontramos o belíssimo Lavabo.

dsc01889
Lavabo Claustro D. Dinis

E assim terminamos a visita ao Mosteiro de Alcobaça.

Existem ainda outras salas no Mosteiro, no entanto não estão disponíveis para visita regular, como indiquei, já tive oportunidade de visitar algumas desta salas através das Mostra de Doces Conventuais.

 

Localiza-se no Centro de Alcobaça.

Preço: 6€ (Mosteiro) Igreja (grátis)

Bilhete Património Mundial: Mosteiro de Santa Maria de Alcobaça, Convento de Cristo e Mosteiro de Santa Maria da Vitória (Batalha) – 15€ [válido por 7 dias].

Entrada gratuita nos 1.º Domingos de cada mês, e Crianças até aos 12 anos.

Descontos de 50% para maiores de 65 anos e com cartão jovem ou de estudante.

Bilhete Família (2 adultos + mínimo 2 filhos, menores de 18 anos) – 50%

Horários: Outubro a Março, das 09h00 às 18h00 (última entrada 17h30); Abril a Setembro, das 09h00 às 19h00 (última entrada 18h30).

Mais informações aqui e aqui.

One thought on “Mosteiro de Alcobaça

Deixar uma resposta