Viagem a Bilbao – Dia 2 – Casco Viejo

 

 

Teatro Arriaga

Depois de sairmos do Museu Guggenheim, apanhamos o Transvia (eléctrico moderno) desde da paragem Museu Guggenheim até Arriaga (no Casco Viejo).

Do outro lado da ria vemos a Estação de Santander de Bilbao e deste o Teatro Arriaga (que tinhamos visto na noite anterior).

Casco Viejo

Seguimos pelo Casco Viejo à procura de almoço (pintxos).
Existem imensos locais para comer pintxos e imensa gente nas ruas e nos bares à comer e beber.

Calamares

Começamos com uma dose de calamares na Txiriboga Taberna.
Gostamos muito da comida, do atendimento e do espaço.

Os Pintxos são comidos de pé, no balcão ou em mesas altas, sempre acompanhados de bebidas.
Existem imensas variedades, é só escolher os que mais gostam.

Pintxos

Continuamos pelo Casco Viejo, passando pela Catedral de Santiago.

Catedral de Santiago

Daqui seguimos até ao Mercado da Ribeira.
O mercado é um edifício Arte-deco e um dos maiores mercados cobertos da Europa.

Mercado da Ribeira

Os vidrais são muito bonitos e o edifício esta muito bem conservado.

Vidrais Mercado da Ribeira

Nos sábados enche de gente, parece que todos em Bibao vão lá fazer as compras.
Existem talhos, peixarias, bancas de fruta e legumes. Mas não existem locais para comer pintxos e outras coisas, como noutros mercados em Espanha.

Interior do Mercado da Ribeira

Numa das saídas do mercado encontra-se a Igreja de Santo António.

Igreja de Santo António

Continuando pelo Bairro Gótico vê-se os acessos à uma das partes alta de Bilbao, através de diversas escadas.

Algumas das escadarias

Seguimos até a rua de Mallona Galtzada onde fica localizado o Museu de Arqueologia de Bizkaia.

Museu de Arqueologia

E até a Plaza Nueva, passando pela Igreja de San Nicolas.

Igreja de San Nicolas

Na Plaza Nueva existem vários espaços de restauração.
Aos domingos existem alguns mercados com antiguidades, plantas e animais.

Plaza Nueva

 

Nas arcadas da Plaza Nueva

Continuamos pelo Casco Viejo, onde encontramos mais uma das diversas fontes existentes em Bilbao.

Fonte

Seguimos pelo Passeio del Arenal até ao Ayuntamiento de Bilbao (Câmara municipal de Bilbau)

Câmara municipal de Bilbau

E aqui vimos novamente à Ponte Zubizuri ou Ponte Branca, de autoria de Santiago Calatrava.

Voltamos ao Passeio del Arenal, onde vimos um Correto.

Coreto

Terminamos novamente no Teatro Ariaga.

Teatro Ariaga

Deixar uma resposta