Citânia de Briteiros – Guimarães

Saímos de Braga e fomos directos a Citânia de Briteiros que pertence ao concelho de Guimarães.

Apesar de pertencer a Guimarães fica bem próximo dos Santuários de Bom Jesus do Monte e do Sameiro.

O que é uma Citânia?
São ruínas ou restos arqueológicos de um povoado antigo de maiores dimensões e importância (que um castro), pertencentes a Idade do Ferro ou do Cobre.

As Citânias em Portugal encontram-se no Norte do país.

A Citânia de Briteiros pertence a Idade do Ferro e fica localizada no alto do Monte de São João.

A Citânia foi abandonada no séc III e descoberta em Martins Sarmento em 1875.

Esta Citânia é uma das melhores e mais bem conservadas no país.

A entrada custa 3€ e inclui entrada no Museu de Cultura Castreja (onde não fomos).

Dão um panfleto com o mapa na entrada, quando fomos não existia em Português, o que considero uma falha grave.
Sem outra opção levamos o folheto em Inglês, para nós o Inglês não é um problema, mas decerto nem todos em Portugal sabem, em Portugal deveria de existir sempre em português.

No local propriamente dito existe muito pouca informação: Apenas letras ou números, que por vezes nem estão no panfleto.

As construções tanto são circulares como são rectangulares.

Nota: O terreno é muito acidentado e de difícil mobilidade para pessoas de mobilidade condicionada, idosos ou crianças.

A Citânia é dividida por zonas residências de baixo e alto estatuto, a casa do conselho, as diversas zonas da acrópole, as diversas estradas, a templo e cemitério e a zona dos banhos.

No topo do monte, entre as ruínas encontra-se a capela de São Romão.

A Citânia tinha em toda a sua volta muralhas, que ainda são visíveis, existem 3 níveis de muralhas, algumas só são visíveis à distância.

Também existem algumas casas reconstruídas conforme seriam na época.

Não se podia entrar nas casas reconstruidas, o telhado estava em mau estado e olhando pelas janelas via-se que estavam cheias de lixo no interior, deviam de ser melhor tratadas.

A Citânia é bastante grande e muito interessante.

A parte mais gira é a parte dos banho, o pior é o caminho, pois é a alguma coisa a ser vista, conforme indicado pela senhora da recepção. E fica localizada alguns metros numa zona mais baixa, o pior é para subir.

Vale muito a pena a visita a Citânia de Briteiros, sem dúvida uma das partes que mais gostamos da viagem.

Deixar uma resposta