Onde Dormir em Roma

Roma é uma cidade cara em termos de oferta hoteleira.

Hóteis que ocupem um edifício completo, por um preço acessível não é tarefa fácil, pelo que opção podem ser as diversas guesthouses/residenciais existentes.

As guesthouses/residenciais ocupam 1 ou 2 pisos num edifício compartilhado com outros tipo de actividades, que podem ser outras guesthouses, escritórios ou residencial.

Pela primeira vez fiquei numa guesthouse que não era a única ocupante do prédio, e gostei.

dsc03934
A entrada da minha Guest House: Cesar Palace

Podemos dividir os hotéis/residenciais em Roma, por 6 zonas: Centro Histórico, Termini (2 zonas), Vaticano, Transtevere e Via Vittorio Veneto.

As melhores zonas para ficar alojado são: a Via Vittorio Veneto, o centro histórico e a zona norte de Termini.

Trastevere (em azul no mapa) só é interessante em termos de localização/transportes na zona da Viale de Trastevere, apesar de ter ofertas económicas, o bairro tem poucos transportes e ruas apertadas.

Vaticano (a verde no mapa) pode ser interessante principalmente se razão principal da sua viagem seja visitar o Vaticano, ou a parte religiosa da cidade em particular.

A zona a este da estação de Termini (a preto no mapa) também não recomendo, é uma zona feia e bastante suja, as ruas estão cheias de grafittis (se é que se pode chamar gatafunhos de grafittis), em suma a zona não inspira segurança.

Pelo o que li a zona é segura mas não transmite segurança, pelo que recomendo evita-la. Apesar da boa localização junto a Estação de Termini.

Na Via Vittorio Veneto (a amarelo no mapa) encontram-se vários hotéis de luxo, como o Rome Marriott Grand Hotel Flora, The Westin Excelsior ou Hotel Ambasciatori Palace.

No Centro histórico (a castanho no mapa) encontram-se os hotéis de categoria média, como o Hotel Nazionale, Hotel Pantheon ou Le Clarisse Pantheon.

Na zona norte de Termini (a vermelho no mapa) é uma zona agradável onde se encontram a maioria dos hotéis económicos de Roma, como The Yellow HostelHotel Mosaic Rome ou o Cesar Palace (onde fiquei).

Mapa:

Termini

A zona da estação de Termini é uma boa zona para ficar alojado devido aos transportes.

Daqui partem e chegam os autocarros dos 2 aeroportos Fiumicino e Ciampino, é onde se cursam as 2 únicas linhas de metro existentes em Roma, e onde chegam e partem os comboios para outras cidades e do aeroporto de Fiumicino.

Quartos com casa de banho compartilhada ou privada

Em Roma foi onde mais encontrei guesthouses, hostels com casa de banho compartilhada, mesmo para quartos duplos.

Quando estava a procura de hotel em Roma, por vezes encontrava um bom hotel/guesthouse mas que tinha quartos duplos com casa de banho compartilhada.

Acreditem não foi fácil encontrar uma bom guesthouse com casa de banho privativa por um bom preço.

Pequeno-almoço / Café da manhã

A maior parte das guesthouse e B&B não tem pequeno-almoço no local, o que fazem é dar vouchers para se ir comer num café/pastelaria ali próximo.

Que normalmente inclui uma pastelaria, geralmente um croissant ou melhor um cornetto, como lá são chamados os croissants, e uma bebida que pode ser café, cappucino, café latte, leite com chocolate ou chá (na minha havia chá mas pelo que vi, chá é raro haver).

dsc04656
O voucher para o pequeno-almoço

Cesar Palace Guesthouse

Depois de muito procurar e desesperar encontrei a Guesthouse Cesar Palace.

Excelente relação qualidade-preço.

Boa localização próxima a estação de Termini mas suficientemente longe para ter um bom aspecto exterior e sensação de segurança. Com 2 estações de metro relativamente próximas, Termini e Castro Pretorio.

Uma boa paragem de autocarros próxima, como vários autocarros muito regulares para Termini, e o 60 para a Piazza Venezia, e o 62 para Transportina (Vaticano), passando pelo centro histórico e por uma entrada da Villa Borghese.

Junto a nossa paragem havia uma maquina para comprar bilhetes, que deu muito jeito.

A guesthouse fica no 3º e 5º andares, com a recepção no 5º andar. Ao contrario de outras guesthouses em Roma, tem elevador. A recepção fica aberta entre as 9h e as 22:30h.

A entrada do prédio tem muito bom aspecto, com porteiro durante a semana. Na chegada deram os códigos para a porta principal, e para a porta no “apartamento”, e chave para a porta do quarto.

dsc03835

Ficamos num excelente quarto duplo, com casa de banho privada, ar condicionado para o Verão e aquecimento para o Inverno, secador de cabelos, TV e Wi-fi gratuito.

A única coisa que senti falta foi de uma toalha de chão para sair do duche. E havia no quarto um minibar que estava avariado.

O pequeno-almoço aos domingos é oferecido na guesthouse, com café, leite, croissant, doce, manteiga, sumo e outros bolos.

Nos restantes dias é num café próximo: L’ Angolo del caffé, onde poderíamos um croissant e uma bebida que pode ser café, cappucino, café latte, leite com chocolate ou chá.

dsc04660

Todos os dias experimentamos um croissant ou napolitana diferente. As sandes (panini) para os almoços tinham muito bom aspecto, mas infelizmente não as chegamos a experimentar. Os donos são muito simpáticos e tentam falar um pouco de inglês.

Como funciona: Entregamos os vouchers, escolhemos o pretendido, vamos nos sentar nas mesas disponíveis, e depois eles vão lá entregar os pedidos.

A guesthouse foi sem dúvida um bom negócio, pelo que ficaria lá outra vez.

2 thoughts on “Onde Dormir em Roma

Deixar uma resposta